segunda-feira, junho 08, 2009

A caminho da escola...

a minha cabeça estava a mil, pensava como teria sido o dia dele, como iria eu começar a conversa , enfim...
Pedi para falar com a directora de turma.
Ela apareceu e já me aguardava...ora pois então, que ela sabe bem quem é a mãe do Duda!

Levou-me para uma sala, e disse:
Já sei de tudo o que se passou.
Já falei com o seu filho e com o colega.
E ele já pediu desculpa ao seu filho!E ja percebeu que nao se faz o que ele fez!

Eu calmamente so disse, pois, mas olhe eu quero fazer participação do menino.
A professora tentou dizer-me que na pratica a participação nao tem efeito. Ou seja como o menino nao tem antecedentes, nao vai resultar em nada!
Pois mas eu faço a participação na mesma!

Senti que de alguma forma, no inicio da conversa, a Professora me tentou fazer entender que eu fazendo participação nao tinha, na pratica, qualquer efeito. Ela iria chamar a mãe do menino, que supostamente é muito nervoso...e que os pais até estão empenhados a tentar orientá-lo...neste momento liga-me o meu marido e rapidamente o coloco a par dos efeitos praticos da participação, ao que o pai responde:
-pois mas como o nosso filho trouxe nodoas negras para casa, esse menino tem que ficar com algum registo porque na pratica se ele se "enervar" outra vez, já tem "cadastro".
Além de que o nosso filho tem que sentir que quem lhe fez mal é castigado!

Na pratica vim para casa, com a sensação que os meninos se podem "passar" da cabeça e começar a bater e nada acontece, porque o meu aguentou e nao mostrou as costas a ninguém, só a nós quando chegámos!
Estou a preparar a participação para entregar sexta feira, com indicação, inclusivé da auxiliar que se limitou a perguntar se ele estava bem. Claro que está bem, depois de levar pontapés nas costas qualquer um fica bem!

Em suma, vou fazer a participação com conhecimento ao conselho executivo e à Associação de Pais, da qual faço parte activa...
Mas fiquei com a nitida sensação que me estavam a tentar dissuadir de fazer a participação...até nisto somos um "deixa andar"...quer dizer, se com esta idade não mostramos que quem faz mal é punido...estamos a criar uns belos homens para o "amanhã"...

21 comentários:

Silvia disse...

Estava a pensar exactamente no que o teu marido te disse! Assim da próxima o menino já tem antecedentes...! Tenho pena da criança se realmente é nervosa e tem algum problema, mas daí a isso servir como desculpa para poder bater no teu vai um longo caminho! Fazem muito bem, concordo plenamente convosco!

Smas disse...

Tal como a Silvia também pensei no que o teu marido disse. Porque se alguém reclamar para a próxima já não tem o cadastro limpo. O miúdo pode ter problemas mas daí até andar a bater nos outros.
Acho que fazes bem!
Bjs

Lótus disse...

Lamento que o outro menino tenha problemas, mas isso não será concerteza problema do Duda nem dos outros colegas e portanto parece muito injusto que se justifique assim ele descarregar os 'nervos' nos colegas!
O teu marido tem razão, para a próxima já tem antecedentes. Se ninguém se queixar esses antecedentes nunca vão existir (ainda que existam marcados nas costas do Duda)...
Além de que a inércia da escola trasmite aos meninos que se passa impune com atitudes dessas, o que me parece muito mau principio e duplamente injusto para o Duda.
Beijinhos

Isa disse...

Eu concordo com o teu marido. Mas às vezes também fico a pensar que se acontecesse com os nossos nós a esta hora estariamos a rezar para que não fizessem queixa deles. É complicado porque embora nada faça prever que os nossos tenham aquela reação, nunca se sabe... o que lhes passa pela cabeça.
Fala com o teu menino e pergunta qual é a opinião dele, porque também é importante saberes como é que ele se está a sentir.

Beijos doces
Isa

a mamã Paula disse...

Comigo, mais concretamente com o meu filho nunca aconteceu tal coisa, mas estou de acordo contigo.
E o pessoal da escola devia ser o 1º a dar o exemplo.

Parabéns pela tua decisão.

Bjs
e bom fim de semana
Paula

Rita Costa disse...

Realmente seria muito mais facil deixar andar... mas quem é mãe abe que as coisas nao podem ficar assim.

Fazes muito bem em levar as coisas para a frente!

Beijinhos

macaso disse...

Percebeste se foi a primeira vez que o menino fez isso?
Sem deixar as coisas na mão do Duda, concordo com a Isa. O que é que ele diz sobre isto? Como é que ele se está a sentir?
Mas sim, parece-me demasiado grave para não fazer queixa. Acho que tem mesmo de ser.

Beijinhos

Ana Luísa disse...

Acho que têm toda a razão em agir porque se ninguém diz nada, fica sempre tudo na mesma e a sensação de impunidade mantém-se...
Vai servir também para os pais do menino ficarem mais alertas e se ele é nervoso aqui está um sinal para lhe prestarem mais atenção...
Espero que o Duda esteja melhor e mais animado.
Um beijo para vocês.

Carla disse...

Eu também fazia a participação....
Espero que o Duda hoje esteja melhor...

Beijinhos

Ana Fundo disse...

Isto é sempre muito complicado, pq todos nós sabemos como são as crianças. Eu vejo pelo meu Pedro que por duas vezes chegou a casa todo arranhado por outro colega, e eu e o resto da familia iamo-nos passando com o outro miudo e com o colégio. Mas...e quando são os nossos a fazer o mesmo...enfim...
Mas fizeste bem em participar, eu faria o mesmo, pois para a próxima já se sabe que há antecedentes.
Beijinhos especiais para o Duda

Rainha Mãe disse...

Não me parece correcto uma professora dizer que a participação não leva a nada. Se nada se fizer nada muda. Para bem da própria criança e dos restantes colegas penso que o melhor é mesmo fazer a participação.
Quanto ao teu menino pode precisar de mais atenção para evitar que ele fique inseguro por causa do que aconteceu.
bjo:)

aka pink disse...

É importante que os miúdos percebam que qualquer tipo de violência contra terceiros resulta numa punição. Não há desculpas que validem dar pontapés nas costas de um colega.

Maria José disse...

eu também fazia a participação
bjokas

carmo pinto disse...

realmente é um sistema de caca !
vejam lá não resovia de nada a tua participação!
a minha mais velha já passou por isso e apesar de eu a ajudar e ser chamada há escola e das participações que graças a deus tudo parou graças há medicação,será que os pais desse menino tb não fazem nada?
fazes muito bem em reagir com a participação!
jitos
bom fim de semana!

kriz disse...

é uma pena a outra criança ter problemas nervosos. deve ser dificil para os pais dele lidarem com esta situação mas calar tamb+em não resolve. o que ele fez está errado e talvez esta seja a melhor forma de perceber que as suas atitudes impensadas têm consequências. acho que fazem muito bem.

demim disse...

Olá mamã. Só hoje vi o que aconteceu ao teu filhote, tadinho.
Acho bem fazeres participação, alguma coisa tem de ser feita se não da próxima pode ser pior , mas espero não haver próxima,hoje foi o teu e amanhã não se sabe.
Se o menino é nervoso precisa de um acompanhamento especial e não é por isso que vai deixar de ser chamado atenção, se não ele nunca vai deixar de o fazer,pois vai ter sempre como desculpa o ser nervoso.
Força mamã, e desejo as melhoras do teu filhote tá, que ele fique bem e que não se deixe ir abaixo por este acontecimento.
Beijinhos

A mamã disse...

pois é o tipico do nosso país ...oh deixa pra lá !
Não pode ser ...até eu ando a magicar como fazer queixa da actual professora da Bia
tem calma e faz o que tem ser feito
bjs

flores disse...

é das coisas q mais temo nas escolas. a violência gratuita.

ritmargaride disse...

Concordo com o teu marido, se o cachopo se voltar a passar dos carretos já não tem o curriculo imaculadao, bolas ainda estou a pensar nisto tudo, a gente até fica parva com a garotada, e com que fazem:S

Bjkas e bons feriados, um bjinho de melhoras para o teu filhote.

Banita disse...

Como sou Mãe, concordo com os demais comentários, se nunca ninguém fizer nada, as coisas nunca vão mudar!
Está melhor o Duda?

Sofia disse...

opa, coitado do Duda... eu detesto estas coisas, especialmente porque hoje em dia parece que ha mil cuidados para nao 'traumatizar' as criancas- e acaba por se perder o incutir das responsabilidades e do respeito pelo proximo. As escolas tem medo de agir, e quem se lixa e mesmo quem faz as coisas correctamente!
eu tambem fazia queixa. e e triste que as proprias professoras da escola digam que nao serve de nada...
bjs