quinta-feira, fevereiro 03, 2011

Coincidências, ou talvez não


Já aqui disse que as minhas tias, 3 tias irmãs e solteiras, ajudaram a criar-me, uma vez que os meus pais passavam muito tempo fora de casa, e por isso ela com elas que eu estava a maior parte do tempo. Elas vivem essencialmente para os sobrinhos, nós.
Era na casa delas que tudo se passava. Os natais, as páscoas, as festas , os aniversários, os lanches dos amigos, os jantares dos amigos..era tudo na casa das tias. Assim crescemos.

Há dois anos uma das gémeas faleceu, e tudo isso se modificou.
Hoje estava eu a passar a ferro e peguei num babete que a minha tia M. , a que faleceu, tinha dado à Madalena, e lembrei-me dela e estava efectivamente a pensar nela. Nisto, toca o telefone. Era a irmã gémea dela, para me dizer que faz hoje 33 anos que eu aprendi a andar de bicicleta sem rodinhas....

11 comentários:

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

:)... á lá coisas sem explicação, mas muito boas...

bjs

Paula disse...

é lá que coisa linda Carla ...

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Eu acredito que o pensamento é poderoso...

Sofia disse...

dizem que não há coincidências! :)

Sílvia disse...

:)... o pensamento tem força!!
Também tenho duas tias solteiras que nos ajudaram a criar.
Beijinhos grandes.

CC disse...

Há coisas que não se explicam, sente-se e é o suficiente.

Bjos

Cindy disse...

:) há uma ligação qualquer que não se explica!
... e depois o recordar que foi exactamente há 33 anos... isso é que é uma memória fotográfica!

Beijocas e bom fim-de-semana!

CS disse...

Olha amiga e não havia blogs para registar essas coisas!
Que carinho que elas têm por ti!
Encheste-me a cara com 1 sorriso e os olhos de lágrimas.

Tita disse...

Imagino como tenhas ficado com esse coração apertadinho.
Tão bom!
Bjs grandes

Sophie disse...

fiquei com os olhos em lagrimas,,,mas isso deve ser por ter uma irma gemea e me ter identficado com isso ;)
lindo o amor que sente por ti

Susana Canhola disse...

A força do pensamento é brutal e se calhar nem é coincidência.