quinta-feira, julho 09, 2009

Estou incredula

hoje de manhã liguei a Tv da cozinha enquanto preparava a cerelac do Tomas. A 1ª noticia que ouvi ás 7 da mãnhã foi que : A medida da pena para a mãe que asfixiou um recem nascido e o "escondeu " uma semana foi de 4 anos de pena suspensa.
Fiquei parada.
Depois o advogado de defesa veio falar : não foi provada a premeditação.
Depois ainda se disse, enquanto mostravam imagens da casa, que a mãe mostrava que nao tinha condições psicologicas e que se isolava....

Pára tudo!
Então a mulher mata o filho à nascença e tem 4 anos de pena suspensa????
Calculo que se tivessem baseado no estado psocologicamente débil...infelizmente , a loucura pode ser usada para justificar tudo!
OU se um homem viola uma criança ...pois que é maluco e sofreu maus tratos em pequeno, justifica-se????
Uma mãe mata um filho, pois que nao estava bem da cabeça e matou o filho, então e porque nao se matou a ela? A maluqueira nao lhe deu para isso?
E depois um Sr. DR. Juiz dá-lhe 4 anos ...mas de pena suspensa...e se calhar ainda vai ter direito a tratamentos pagos por nós contribuintes!!!!

Os senhores dos bancos, bricam com o dinheiro dos depositantes e ainda assim, debitam umas larachas, passam-nos atestados de estupidez e pronto!Não se passa nada!

Razão tem o nosso bastonário, aqui não há justiça e urge tirar as maçãs podres do cesto!
Se o fez da melhor forma? Fê-lo de forma a mostrar aos portugueses que ele nao faz de conta que nao sabe o que se passa!!!

...e quem julga o juiz?????

4 anos de pena suspensa, a uma mulher que asfixia o filho à nascença????
Não pode ser...não devia ser!

19 comentários:

Sandra disse...

Pois... e o pior é que esta gravida novamente....

mamã Diana disse...

Ia comentar isso mesmo, mas que teve um bebé agora há poucos dias...

carmo pinto disse...

infelizmente ou felizmente nem vi a noticia...mas é como está a nossa justiça!
PODRE!
e como a SANDRA diz ali e bem ESTÁ NOVAMENTE GRAVIDA!
isto é uma vergonha!

jinhos

mãeee disse...

Eu acho que nem consigo comentar ... é um tema de digestão muito difícil ...

Maria João disse...

É revoltante. Eu como estou longe de portugal nem sei dessas desgraças e inda bem. Já se viu que no nosso país quem reina não são os bons. Parece que qt pior se fizer, melhor se sai da vida. Agora os traumas, insanidade mental e maluqueira justificam tds os actos das pessoas. E uma vergonha. Não dá para compreender e só nos revolta.

Vera Oliveira disse...

Tou perplexa!!!!

Eu sou sincera eu tento não vêr o jornal nem lê-lo, e a razão está á vista.....

Inda por cima GRAVIDA outra vez?!?!?!?

Meu DEUS!!!!

Onde é que isto vai parar......

Maria José disse...

Bem até estou sem palavras como é que uma mãe faz isto a um filho, bolas e depois apanha 4 anos,
bjokas

Cindy disse...

E, como já disseram, acabou de ter outro filho... a Seg.Social nestes casos é que devia tirar a criança à mãe e ela nunca ter sequer a possibilidade de a ver!
Ah justiça cega mesmo!

Beijocas

Miragem disse...

E grávida novamente??
Valha-me...
Não há comentários possíveis...

Beijos nossos

Sandra e Dinis disse...

Grávida não!!!
Ela teve o bébé há 2 dias e por isso nem ao tribunal foi!

Meu Deus, nem tenho palavras para esta justiça!

Bjs

ritmargaride disse...

:S Há coisas que até me dão vómitos.

bjkas

ps: então quando é que arrancam?

A mamã disse...

sem palavras mesmo
que tristeza

Ana Luísa disse...

Já nem sei o que diga, este país e esta inércia e os julgamentos ao contrário deixam-me muito triste com o mundo em que vivemos...
O grande problema deste país é exactamente a Justiça, (quase) toda a gente sai impune...
Beijinhos.

aka pink disse...

Concordo inteiramente.

gralha disse...

Precisava de conhecer a história mais a fundo para poder comentar. Mas é verdade que a depressão pós-parto pode ser incapacitante. Não sei se foi o caso.

Olinda Dinis disse...

Sabes que eu tambem fiquei incredula com essa noticia, como pode ser??? Como??? Enfim vivam os criminosos...

Cláudia, a mamã da Daniela e do Duarte disse...

fico de boca aberta! Minha rica criança, que nem viveu...

macaso disse...

Só posso dizer que fico triste, muito triste. Mas também digo, não se dá o devido valor e atenção às perturbações psicológicas. Em relação ao parto temos o blues pós-aprto, que é a tristeza que não chega a ser depressão, temos a depressão e a psicose puerperal. Esta última é gravíssima, gravíssima.

Loira disse...

Não sei se concordo contigo... há uma psicose pós-parto e é até mais comum do que se pensa.
Por outro lado, há quem afirme que ela é uma óptima mãe para os outros filhos. Confesso, este caso deixa-me confusa. Eu acho que ela devia ser avaliada psiquiatricamente e ser acompanhada durante vários anos. Se de facto for uma psicose, tratamento. Se não for... uma pena mais pesada.