segunda-feira, outubro 19, 2009

pre adolescência ou idade da parvoice, ou ainda testando os limites dos pais!


O Eduardo passou o fim de semana de castigo.Todinho.
Se lhe custou a ele, a mim custou muito mais.
Tudo começou na sexta feira à noite: Mentiu-nos descaradamente. Foi dormir mais cedo já com a indicação que no sabado ía ficar a estudar o dia todo e so saía do escritorio para as refeições.
Estamos e pretendemos educar os nossos filhos na expectativa de criar pessoas educadas com principios claros de ordem, segurança, humildade, amor, económicos e ambientais.
Todos os santos dias dizemos:
Duda deixaste a toalha molhada no lavatorio.
Duda apanha a roupa do chão da casa de banho.
Duda deixaste a luz acesa do teu quarto.
Duda vai calçar o chinelos, ou duda deixaste os chinelos debaixo da mesa da sala jantar, ou duda deixaste os chinelos no meio da sala...and so on and so on...
Ora que na sexta feira tivemos mais uma conversinha de pé de orelha com ele...ou atinas ou começas a ficar todos os fins de semana fechado no escritorio, que isto de andar todos os dias com a mesma conversa tem limite!
Pois que no sabado passou o dia a estudar ciências e francês, porque até vai ter teste! À noite, estava eu toda contente porque ele estava a encarreirar-se e eis senão quando o pai chama "EDUARDO, DEIXASTE A LUZ DO TEU QUARTO ACESA!" e a resposta foi a mesma: desculpa pai esqueci-me - e esta resposta aplica-se a tudo o resto!LOL
- Ai esuqeceste-te? Então amanhã o estudo continua no escritorio!
E pronto foi assim que se passou o fim de semana...acabamos por ficar todos de "castigo"!

11 comentários:

macaso disse...

Ui, entendo-te perfeitamente. Sei que a idade já é outra mas há algumas dessas coisas que tenho de deixar passar com o Afonso porque senão, acredita, ele estava sempre de castigo. Zango-me imenso com tudo... roupa no chão, sapatos espalhados, mochila não arrumada, horas e horas para comer e por aí fora. Mas zango-me mas nem sempre o ponho de castigo porque como te dizia, não fazia mais nada a toda a hora.

No sábado tive cá a família a celebrarem comigo e ele não fez nada mas eu que me apetecia tanto ir passear no domingo depois de duas semanas enclausurada, não pude sair porque ele passou o dia a estudar que também tem testes esta semana. Estudou bastante mas sempre comigo, a sentinela, de vigia!


Hoje recebi mensagem do marido logo cedo: "bom dia, senhora professora doutora". Ainda não estou em mim. Ele diz que não estou com depressão pós-parto mas devo estar com depressão pós-tese.

Correu muito bem. Foi muito puxado mas correu bem e principalmente: já está!!!

Beijo grande

Maria José disse...

Pois estas fases são dificeis.
E querem deixar-nos doidas
bjokas

carmo pinto disse...

tb aqui em casa é a mesma coisa !lol
pedem sempre desculpas...e nós respondemos:"não se pedem evita-as!"
mas castiga-las ainda não fiz mas já não está longe!
espero ke aprenda tadito!
jinhos

mãeee disse...

Minha querida, já falámos sobre isso. Sim eles testam limites e fronteiras, tentam afirmar-se como indivíduos, ..., e nós estamos cá, atentas, carinhosas mas firmes, porque "uma mãe ama sem limites e limita por amor"
Mil beijos

Ana Luísa disse...

Olha não sei o que diga porque ainda "não cheguei lá"... Acredito que não seja fácil mas realmente pode ser uma fase que faz parte do crescimento e que passe.
Por enquanto, o meu enteado L. não costuma mentir mas como não vive connosco é diferente!
Beijinhos grandes.

Ana disse...

Garanto-lhe que a endência é para piorar. Tenho três e a velha máxima de que quanto mais velhos pior, aplica-se perfeitamente.
Um abraço solidário

XuXu disse...

Oh Linda, como eu sei o que isso é!!!
A minha só tem 6 anos, mas os ralhetes são exactamente os mesmos.
cá por casa adoptamos aqueles calendários de pendurar na cozinha, e a cada coisa dessas que corre mal, lá vai a mãe por uma pinta no calendário, a cada vez que corre bem vou lá por uma carinha sorridente.
No fim do mês se as carinhas ganharem recebe uma prendinha (até 10 euros), se ganharem as bolas, foi-se e ganha uma tarefa como lembrança (tipo apanhar as folhas do quintal!), e acredita que cá por casa há dias em que resulta muito bem o sistema das carinhas, mas quando não resulta, fica sem jogos electrónicos (seja nintendo, seja jogos do facebook ou litlepetshop digitais)...
Mas tb já me constou que tem tendência a piorar com o tempo :S

Tita disse...

Lollll eu tenho que deixar de ser mole e aprender é contigo.
Por cá é tal e qual :S
Beijos gandes

Sophis disse...

Olá. Na verdade, o meu João podia ser irmão gémeo do teu Duda ;)

A mamã disse...

sabes com a Bia começa a ser a mesma coisa? sempre que chamo á atenção (muitas x tb) e pergunto achas que está correcto? ela responde que não mas passado um bocado faz o mesmo :-(

Banita disse...

Isto piora??? Ai a minha vida que a minha filha de 3 anos já me faz andar sempre a dizer o mesmo, tenho a cegonha encomendada para Fevereiro e acabei de escrever um post em que digo que gostava de ter 3 filhos!!!
Vocês não me desanimem!!!
O que é que se passa com os miúdos de hoje?? Eu não me lembro de ser assim...
jitos solidários