sexta-feira, outubro 26, 2012

Como é que é possivel, pergunto eu????

Ontem o pai foi ao quarto dele...chamou-o naquele tom...eu subi.
Bom, eis o cenário:

Mochila no chão do escritório, e saco da ginástica á porta do quarto. Chinelos, um em cada ponta do quarto. 3 pares de cuecas no chão e 3 pares de meias mais o lençol da cama, 3 sweats de capuz no chão e mais 3 T shirts...2 tolhas de banho e mais os livros da escola e mais dois livros de banda desenha...eu juro que da proxima tiro uma fotografia! Eu nao sei como é que ele consegue dormir com o quarto naquele estado.

Ele apanhou tudo e foi pôr no cesto para lavar...depois de levar um raspanete do pai.
Quando se deitou  fui falar com ele, tenho para mim que a conversa entrou por um ouvido e saiu pelo outro, ainda assim, expliquei-lhe que era uma falta de respeito da parte dele não cuidar das coisas dele, porque as coisas custam dinheiro, têm que ser estimadas. E porque se formos mantendo a casa arrumada e tratada é mais fácil gerir...e porque ele anda um cabeça no ar porque deixa sempre a casa de banho desarrumada depois do banho e o chão todo molhado porque nao se limpa antes de sair do duche, e porque ultimamente anda a implicar demais com os irmão, principalmente com a Madalena e com o Tomás, e que não pode ser e nisto, fiquei de lágrimas nos olhos e acho que isso o impressionou...enfim...
Quando me deitei ele veio ter comigo, pediu-me desculpa disse que ía tentar melhorar...
É que a malta lá em casa quando me vê de lágrimas nos olhos, em vez de dar dois gritos, param para pensar!

5 comentários:

Marlene disse...

Realmente não deve ser nada fácil gerir uma família "grande", mas fizeste bem... afinal de contas se os deixamos desleixar, é um passo pra casa ficar um caos e ficarmos mais stressadas!
Bjinhos e boa sorte :)
M.

Tita disse...

:( muita força para essa fase dificil! Mas ele chega lá vais ver.
Bjs grandes

aprendereorganizar disse...

Que medo da adolescência enquanto ela não chega (ainda faltam uns anitos) vou aprendendo contigo:)
Beijinhos

Elsa disse...

Parece a descrição do quarto do meu filho mais velho, já ralhei, falei e agora chego ao ponto de ignorar, não vale a pena, ele não liga nenhuma ao que eu digo.
Beijocas

Kella disse...

...calma...não és a única a passar por isso. O quarto dos meus, por vezes, parece a lixeira municipal e às vezes a coisa só vai quando ameaço por tudo no lixo!!!unfff..não é nada fácil!