quarta-feira, junho 19, 2013

Há dias difíceis.
Há dias em que temos que dizer o que nos vai na alma...
Há dias em que choramos com vontade de gritar tão alto até ficar sem voz...
Há dias em que temos que ser verticais, não quebrar, ne vergar...
Há dias em que nao podemos baixar os braços...
...e os dias a seguir a esse dia dificil, apesar de tudo, são calmos, já se disse tudo, já chorámos, já mostrámos a alma...sentimo-nos um bocadinho dormentes. Mas depois da tempestade vem a bonança...são processos de cura...

Sem comentários: