segunda-feira, outubro 14, 2013

...sem palavras

ontemo meu filho mais velh dizia-me que o colega T. que está no IPO tem uma página no face feita pela mãe...e leu-me uma frase que a mãe escreveu, algo como - chamava-me tantas vezes- Mãe, anda cá- e eu respondia- já vou T - e agora adoraria que me chamasses. Enquanto o meu filho lia, as lágrimas corriam-me pela cara, e ele diz assim - Oh mãe nem imaginas as vezes que rezei pelo B (amigo dele que está agora, graças a Deus em recuperação)e agora pelo T. E é isto. Tantas vezes nesta loucura da vida, de trabalho de preocupações de tudo e um par de botas...e de dizermos "já vou" ou "ja brinco" e depois ...é isto... O B. é um herói...morreu-lhe o pai, a mãe teve um AVC...e depois ele ficou doente...aquele miudo de caracois loiros que vinha a nossa casa com ar reguila, mas sempre muito educado - queria ser jogador de futebol e não gostava de estudar...e eu dava-lhe na cabeça...e de repente o mundo dele desmoronou...e ele foi construindo pedra por pedra, e o seu castelo está quase feito...daqui a um mês pode voltar à escola... E aquela mãe, sempre firme. Quando perguntava por ele, fazia-me de forte, dava-lhe força e quando virava costas a caminho de casa as lágrimas lavavam-me a cara e turvavam o meu caminho... Mas o B, aquele menino a quem deram um dia de vida, está cá...e falta so um m~es para retornar à escola...e não me canso de lhe chamar campeão...és um Campeão B. E já agora a quem me lê um pensamento positivo, um pedido, pelo B, pelo T e por tantos ....

Sem comentários: