segunda-feira, novembro 02, 2009

O meu pai e avê deles...


é um porreiraço.

Lembro-me sempre do meu pai com um tom maternal.

Preocupado com as horas de dormir e com a nossa alimentação e com o nosso bem estar. Não vias os pais das minhas amigas assim e por isso sempre achei o meu muito especial.

Sempre adorei o meu pai e mesmo quando achava que ele talvez não tivesse razão eu defendia-o sempre.Sempre. O que às vezes deixava a minha mãe um bocadinho irritada, tipo, ficas sempre do lado do teu pai. Não é nada disso, eu acho que o meu pai é mesmo boa pessoa.

Agora vejo-o não so como meu pai, mas também como avô. Avô dos meus filhos. E se como pai ultrapassava as expectativas como avô nem se fala!

Tem uma paixão pelos netos que nem consigo explicar. Os netos têm uma paixão por ele que igualmente não consigo explicar.

À dias os meus pais vieram cá e foram comigo buscá-los ao colegio. Quando o Tomaz e a Madalena os vira bateram palmas e riram e agarraram-se os dois ao avó aos beijos...uma looucura. De tal forma que a educadora e a auxiliar que assistiram ficaram de lágrimas nos olhos porque nunca tinham visto nada assim!

Eles adoram-se de paixão.

Quando vamos lá de fim de semana é uma festa. A ida.O regresso é em lágrimas.

Quando o Duda era pequeno tinha que o adormecer e so depois é que arrancávamos, complicadissimo. Agora, o meu pai, diz que não consegue vir até ao carro despedir-se deles.

Ontem brincou e dançou com eles, deu chocolates e xupas...uma loucura.

Chamam pelo avô e ele baba-se completamente.:)

Ontem na hora de virmos embora eu já sei como é, dei-lhe um beijinho, e outro à minha mãe e diz assim o meu pai:

" Isto custa que se farta, parece que me estão a picar por dentro!"

Ficou ele a chorar e vim eu a chorar, valeram-me os oculos de sol ( com a chuva que fazia e eu de óculos) e os miudos e silêncio e tristinhos adormeceram assim que o carro começou a andar!

11 comentários:

A mamã disse...

é verdade .. os avós sentem tudo a dobrar ....um bjinho doce
paula

Luna disse...

já sei quem sais!
bjkas

Madame Pirulitos disse...

Sim, sim. Dá vontade de dizer: tal pai tal filha:)

Cá em casa passa-se o mesmo mas essa loucura é mesmo mais da parte da minha mãe. E é completamente recíproca. Tal como tu tenho a sensação de ter muita sorte e algum azar. Muita sorte da mãe que tenho e pouca sorte por morar longe dela:(

Beijo bom!

mãeee disse...

Conheço uma história parecida ... muito bom ler essa emoção toda, esse renovar de amor que sabe cuidar e mimar e preocupar-se ...
beijos boces

Cindy disse...

E é uma pena não os ter mais perto... aqui mesmo ao lado, não é!?
Beijocas grandes

IsaMar disse...

os avás são sempre o melhor. Tenho pena de não ter os meus pais por perto. As despedidas depois das visitas a casa deles, é como tu aqui explicas. Só os óculos escuros escondem as emoções.

Gostei do seu blog.

isamar

Mãe Gabi disse...

até eu fiquei de lagrimas nos olhos...é tão bom ter um pai assim...
bjs

Paula, Tomás e Salvador disse...

Não imaginas a pena que eu tenho do meu pai nunca ter conhecido nenhum dos netos....

Beijo

Carla disse...

aiii
até eu fiquei com uma lagrima nos olhos só de ver este post...

a relação dos meus filhos e os meus pais é igual... uma loucura...

beijinhos
ainda bem que os tens....

T. disse...

Os meus adoram os meus pais, e a despedida ha quase 2 meses foi dura...agora sempre que veem os avos no Skype fazem uma festa e abracam o monitor do portatil, fico sempre com um aperto!
Beijinhos

sonho de bebé disse...

Tão bonito esse amor!
beijinhos