sexta-feira, janeiro 16, 2009

Amamos como se fossem únicos!

Quando se tem só um filho, achamos e temos receio que o proximo nao seja amado da mesma forma!Já ouvi muitas mulheres dizerem isto!
No entanto quando ficamos gravidas o amor surge de igual forma, intensa e incondicional!
Sendo eu mãe de três, amo-os como se fossem únicos!Cada um por si só!

Ontem, e a proposito do que aconteceu com o Tomás, quando os fomos buscar ao colegio, a educadora falou comigo outra vez e disse que realmente eu tinha ficado com um ar assustado e preocupado e que isso ainda a fez ficar mais aflita!E que como já tinha 3 filhos achou que eu levaria a situação de forma mais tranquila!Apesar desta conversa ela propria conclui-"sabe a minha mãe também tem cinco filhos e diz que amam cada um como se fosse único, e a mãe é igual"!
Claro que sim!
...lá fiquei eu de lagrima no olho...

Porque os amo de uma forma que nunca imeginei que se conseguisse amar!
Amo-os como se fossem unicos, incondicionalmente e como lhes costumo dizer"até ao fim do universo e arredores!"

(...e domingo o meu Tomazinho faz 1 ano!Passou a voar!!!!)

17 comentários:

Isa disse...

Olá Mamã, tenho duas meninas a Carolina com 5 anos e a Bárbara com 10 meses e tive o mesmo pensamento quando engravidei da pipoquinha mais pequena. Será que vou gostar tanto dela com da Carolina? Dava por mim a pensar estas coisas... e hoje 10 meses depois até me apetece bater-me por ter tido este pensamento tão absurdo. Amo-as tantoooooooooo, sem diferenças.

Maria disse...

Deve ser tão bom sentir esse amor incondicional.:)
Um grande beijinho.

Sandrocas disse...

Deve ser mesmo assim....
Eu já vejo como é amar um incondicionalmente, quanto mais dois ou três... devemos ficar Cheias de flicidade!

Jokas

flores disse...

E são mesmo. Cada um deles é único. :)

A mamã disse...

passou a voar sim!!!
é como eu digo ..o maor por um filho não se divide : multiplica-se
bjs

Sofia,Pedro e Joana disse...

Olá mamã, eu concordo contigo, penso que um segundo filho não vem tirar amor ao primeiro, amamos todos de igual maneira, de igual medida porque o amor de mãe é inesgotável!
Beijinhos e bom fim-de-semana para vocês, Sofia,Pedro e Joana

Monica disse...

Faço minhas as tuas palavras :)
Beijocas grandes

Miragem disse...

O coração das mães tem um lugar infinito para amar!!

Beijos nossos

Sílvia (hoje é...) disse...

Uma vez escrevi sobre isso, se ía amar a bebé tanto como o irmão... agora vejo que era um disparte!
Beijinhos.

Silvia disse...

Não imaginas como gosto de te ler, é exactamente como disse ontem, enche o coração :) E já 1 aninho? Passou num instante! Beijinhos!

HOPE disse...

O amor pelo segundo filho não é "roubado" ao primeiro. Não se dá menos a um para poder dar ao outro.
Quando se tem um 2º filho, um 3º, é outro amor que nasce, novo, diferente, igual.
Não se divide, multiplica-se. É isso!

Beijinhos ;)

Silvia disse...

Desde que privatizei o meu blog que ando perdida com isto e já nem sei a quem é que enviei convites! Se ainda não te enviei é pq não tenho o teu email, por isso manda-mo para lfstl@netcabo.pt para te poder enviar um convite! Beijinhos!

Carla disse...

Que engraçado, ainda hoje dei comigo a pensar que gosto tanto dos meus filhos e que se agora ficásse grávida de um terceiro seria capaz de amá-lo da mesma forma!
Sei que os meus filhos são como duas Gotinhas de água que Amo de forma pura e transparente e com a mesma intensidade (daí o nome do meu blog que explico no meu primeiro post), mas hoje fiquei a questionar para mim própria se com um terceiro teria a mesma capacidade.
Acho que me conseguiste responder.
Beijinhooooo grande!

Sónia e MI disse...

Vim aqui deixar o meu beijinho e os parabéns a esse menino que depressa cresceu.

Tudo de bom minha querida,
parabéns!!!
:D

. disse...

Parabéns ao teu Tomás :)

flores disse...

Parabéns! (atrasados, mas sentidos)

Claudia Capela disse...

Amor de mãe é assim, nunca acaba :)

Beijinhos